Skip to Menu Skip to Search Contacte-nos Portugal Websites & Idiomas Skip to Content

Ao longo da extensa e por vezes complexa cadeia de produção alimentar, os produtores e os fornecedores/distribuidores são forçados a responder a exigências impostas pelos diferentes mercados onde actuam. E não são assim tão poucas as vezes em que, para dar resposta a clientes de diferentes países, as empresas têm de demonstrar que asseguram o cumprimento de vários referenciais normativos internacionais relativos à segurança e à qualidade alimentar. Tarefa que implica desde logo a sujeição a várias auditorias de verificação da conformidade dos Sistemas de Gestão ou requisitos implementados com as diferentes normas.
Para ajudar as organizações a gerir os recursos despendidos neste âmbito de uma forma mais eficiente, a SGS ICS criou o Single Food Audit Pack (Solução de Auditoria Integrada para a Segurança Alimentar).
"É uma solução que tem por objectivo apoiar as organizações do sector alimentar a integrar os vários referenciais da qualidade e segurança alimentar (ISO 9001 e ISO 22000, Codex HACCP, GMP - Good Manufacture Practices, BRC - British Retail Consortium e IFS-International Food Standard) num Sistema de Gestão único, que é auditado com recurso a uma única checklist fortemente consolidada", explica Raquel Silva, gestora de Produto Alimentar da SGS ICS.
A solução Single Food Audit Pack criada pela SGS ICS contempla diferentes combinações de normas (ver caixa), possibilitando às empresas escolherem o pacote (ou a combinação) mais adequado às respectivas necessidades, incidindo a auditoria sobre os requisitos das normas seleccionadas.
A realização de uma única auditoria tem vantagens óbvias para as empresas, desde logo pela redução do tempo despendido com a avaliação da conformidade, menores custos financeiros com o processo e diminuição das interrupções da actividade da empresa. Mas é, sobretudo, ao nível da eficiência que estão os maiores ganhos. Um Sistema de Gestão integrado, completo e abrangente (porque cumpre os requisitos de vários referenciais) torna a organização mais eficiente a vários níveis.
Contudo, e como salienta Isabel Berger, gestora de Produto Alimentar da SGS ICS, a solução Single Food Audit Pack "permite que a organização a auditar desenvolva a integração dos requisitos dos vários referenciais normativos num único Sistema de Gestão, sem cair na tentação de construir Sistemas paralelos. Da parte da SGS ICS há um grande esforço em tornar algo que é efectivamente complexo num processo mais simples possível para os clientes, designadamente através da inclusão, numa única checklist, de todos os requisitos inerentes às normas por que querem ser certificados, de todos os requisitos exigíveis aos auditores, etc.".
É depois com esta lista de verificação que uma equipa de auditores da SGS ICS, que reúne todas as valências necessárias, irá fazer a auditoria à empresa. No final, "será elaborado apenas um relatório e, em caso de não conformidades estas são identificadas de forma muito mais global. Quando atingida a conformidade, serão emitidos os diversos certificados relativos a cada norma auditada que permitirão à empresa responder às exigências dos seus clientes", conclui Raquel Silva.
Um passo para a adopção da ISO 22000
A preocupação crescente com a segurança alimentar reforçou a necessidade de integração entre os múltiplos referenciais exigidos pelo sector e foi um dos motores de desenvolvimento da nova família de normas da International Organization for Standardization (ISO), a ISO 22000, que estabelece os princípios do Sistema de Gestão da Segurança Alimentar. Contudo, apesar do consenso internacional que levou à criação da ISO 22000, os mercados têm reagido com alguma lentidão à substituição das antigas normas pelo novo standard. "Esta situação é particularmente visível nas exigências que a grande distribuição a nível europeu continua a colocar aos seus fornecedores", adianta Isabel Berger. Assim, a nova solução criada pela SGS ICS permite às empresas "avançarem com a implementação da norma ISO 22000 mas ao mesmo tempo terem a preocupação de integrar os requisitos impostos pelos mercados onde actuam, como o British Retail Consortium exigido pela Grã Bretanha e também alguns países nórdicos ou o International Food Standard, pedido pela distribuição alemã ou francesa", acrescenta.
Mas não são só as empresas exportadoras que poderão tirar partido das vantagens conferidas por este novo programa da SGS ICS. "Mesmo ao nível do mercado interno esta solução pode ser uma mais-valia, por exemplo, na evolução do HACCP segundo o Codex para a ISO 22000, um passo que será determinante para o futuro das organizações que se posicionam ao longo da cadeia de produção alimentar", considera ainda Raquel Silva.
Abordagem inovadora
O Single Food Audit Pack não utiliza nem novos standards nem novos requisitos. Contudo, a abordagem e apresentação dos mesmos é realmente inovadora. "Pensamos que esta solução responde às necessidades sentidas pelo mercado ao mesmo tempo que ajuda o próprio mercado a evoluir. Os requisitos não são novos mas a forma de apresentação dos mesmos é-o, conferindo ao cliente/empresa uma clara vantagem na integração dos requisitos e, consequentemente, uma maior capacidade de resposta do cliente face ao mercado com que trabalha", refere Isabel Berger.
A nova solução desenvolvida pela SGS ICS está a ser implementada um pouco por todo o mundo, da Ásia à América do Sul, não esquecendo os países europeus.
Normas abrangidas pelo Single Food Audit Pack
Pack 1: ISO 9001 + ISO 22000
Pack 2: ISO 22000 + HACCP/GMT
Pack 3: ISO 22000 + ISO 9001 + HACCP/GMT
Pack 4: ISO 22000 + BRC
Pack 5: ISO 22000 + IFS
Pack 6: ISO 9001 + ISO 22000 + HACCP/GMT + BRC/IFS
t: 707 200 747
E-mailO Grupo SGS é o líder mundial no domínio da Inspecção, Verificação, Análise e Certificação. Fundada em 1878, a marca da SGS está estabelecida como símbolo e referência em qualidade e integridade. Com mais de 50000 funcionários, a SGS opera uma rede de mais de 1000 escritórios e laboratórios em todo o mundo.