Skip to Menu Skip to Search Contacte-nos Portugal Websites & Idiomas Skip to Content

Olivier Coppey, vice-presidente da SGS para a área de negócio Agriculture, Food and Life, visitou Portugal e apresentou as principais linhas estratégicas.

Como está a correr a evolução da área de negócio na Europa e no resto do Mundo?
A agricultura mudou muito. A agricultura de precisão já tem importância em algumas regiões do globo, tais como América do Norte, América Latina e África. E, pouco a pouco, também impactará grandes parcelas da Europa e da Ásia, levando-nos a pensar de uma forma totalmente diferente no conceito agrícola.

Em termos do setor da alimentação, a FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação) avança que, até 2050, a produção alimentar deverá aumentar em cerca de 50% e muitos países entenderam o tema da segurança alimentar e investiram forte em tecnologias, tanto com meios próprios como através do outsourcing. Isto levou a um movimento crescente de internacionalização na cadeia de alimentação e ao nível dos fornecedores, os quais estão longe dos centros de consumo, e é essa a razão que justifica a existência de programas de segurança a nível do processamento.

A estratégia deverá, por isso, continuar nesse sentido, com o objetivo de otimizar o produto perante as condições climatéricas existentes e de abranger uma população cada vez maior. Por tudo isto, e em jeito de conclusão, quando olhamos para as economias mundiais, e as analisamos em termos de PIB, a agricultura, tal como o setor da alimentação, continua a ter uma percentagem importante em qualquer país e, como a população mundial continua a aumentar, não acredito que os valores baixem e, consequentemente, as perspetivas de evolução são positivas.

Que soluções inovadoras está a SGS a apresentar ao mercado?
O importante nestes setores da agricultura e, sobretudo, da alimentação é a transparência. Com base nesta premissa, a SGS está a desenvolver a plataforma tecnológica Transparency One .

Esta plataforma ajuda as empresas a garantirem que os seus produtos são seguros e estão em conformidade com as regras e regulamentos internacionais do setor. Permite ainda que as empresas a descubram, analisem e monitorizem todos os fornecedores, componentes e instalações da sua cadeia de abastecimento através de dados em tempo real.

Em suma, esta tecnologia oferece um mapeamento completo da cadeia de abastecimento, garantindo visibilidade, conformidade e segurança do produto desde a origem até à loja. Esta plataforma tecnológica é uma das nossas grandes apostas mais recentes em termos de inovação nestes setores e estamos convencidos que trará melhorias bastante significativas a todos os seus protagonistas.

A SGS congrega todos os serviços de alimentação e agricultura numa só área de negócio. Quais são os benefícios para o cliente?
A ideia passava por alinhar a nossa estrutura de negócio com o mercado. Antes tínhamos diferentes representantes da nossa organização que se reuniam com os mesmos clientes para lhes venderem diferentes serviços. Mas queríamos simplificar a interface que tínhamos com os nossos clientes para lhes apresentarem diferentes soluções que poderiam incluir um dos vários serviços do nosso portefólio e oferecer algo diferente. Isto também simplifica a relação com o cliente, porque existe apenas uma pessoa no processo e a entrega faz-se diretamente.

Sabe-se aquilo de que se necessita ao invés de se mencionar outra pessoa porque se vende em “D”. Hoje existem muitas questões de segurança alimentar por causa da internacionalização da cadeia fornecedora. A segurança alimentar não assenta apenas em testes, auditorias, consultoria ou nas cadeias. Um problema de segurança alimentar é uma combinação de 40 serviços. Por isso, simplificámos a interface para obtermos este tipo de soluções.

Quais as tendências no setor agroalimentar?
As tendências passam pela solução a nível de segurança alimentar com aumento de competências dos vários intervenientes. É necessário transparência nas opções e a nossa plataforma fornece um mapping de fornecedores e de fornecedores de fornecedores, permitindo gerir a cadeia alimentar de forma segura.

Para mais informações, por favor contacte:
tel: 808 200 747 (Seg. a Sex. das 9h às 18h)
@: pt.info@sgs.com