Skip to Menu Skip to Search Contacte-nos Portugal Websites & Idiomas Skip to Content

O mundo está a ser inundado de embalagens descartadas. Para responder a este problema, os consumidores, governos e indústrias estão a apostar em embalagens mais sustentáveis.

2021_Q1 2 Packaging

Prevê-se que a população mundial vá chegar a 9,3 bilhões de pessoas e o consumo de recursos triplique, para 140 bilhões de toneladas por ano, até 2050.1  Com o aumento contínuo do consumo, tornou-se necessário separar o crescimento económico e o bem-estar humano do consumo de recursos.2

A embalagem é uma parte inevitável dos nossos mercados globais. É necessária para proteger os produtos durante o transporte e exibi-los nos pontos de venda. A necessidade das embalagens serem robustas tornou-se evidente durante a pandemia COVID-19, à medida que mais e mais consumidores mudaram os seus hábitos de compra de lojas físicas para online.

Dados da União Europeia (UE) de 2018 mostram que, em média, cada cidadão coloca no lixo ou na reciclagem 174 kg de embalagens por ano. Entre os Estados-Membros da União Europeia, a quantidade de embalagens descartadas por cada cidadão varia bastante. Por exemplo, os alemães gastam 227,5 kg e os croatas 67,8 kg de embalagens.3 A mesma disparidade reflete-se em todo o mundo, com os países mais desenvolvidos a utilizarem mais embalagens e criarem mais resíduos.

Como prevíamos, a maioria dos resíduos de embalagens da UE é feita de papel e cartão (40,9%). Seguidos do plástico (19%), vidro (18,7%), madeira (16,1%) e metal (5%)4.

IMPACTO AMBIENTAL

Os consumidores, governos e fabricantes não podem continuar a ignorar este problema. O uso desmesurado de embalagens descartáveis é insustentável. Os consumidores estão a ganhar consciência do impacto deste comportamento para o meio ambiente e muitos começaram a exigir mudanças.5  Embora o principal foco de muitas pessoas e organizações atualmente seja o plástico descartável, a quantidade de embalagens geradas como consequência dos nossos hábitos, especialmente durante as quarentenas, torna necessária a descoberta de alternativas sustentáveis.

GESTÃO DE RESÍDUOS PROVENIENTES DE EMBALAGENS

Os números da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) de 2018 mostraram que 54% das embalagens foram recicladas, 9% foram transformadas em energia e 37% foram enviadas para aterros. Repartindo estes números por tipos de embalagens, os resíduos sólidos urbanos incluíram papel e papelão (11,4%), plástico (5%), madeira (3,9%), vidro (3,3%), aço (0,8%) e alumínio (0,7%).6

A variedade de materiais utilizados em embalagens significa que não pode haver uma única solução para o problema. Cada material vai exigir uma abordagem diferente. Por exemplo, papel e papelão são biodegradáveis, enquanto que o plástico não é. Embora ambos possam ser reciclados, existem vários problemas associados ao processamento e reutilização de plásticos reciclados (consulte Respostas aos problemas de uma economia circular para plásticos destinados ao contacto direto com alimentos).

O vidro pode ser reutilizado infinitamente sem perda de qualidade, mas há problemas com o processo de reciclagem. A reciclagem de fluxo único, em que todos os tipos de vidro são processados ao mesmo tempo, resulta em que apenas 40% do material seja reutilizado. Em comparação, 90% dos materiais multi-stream são reciclados. Nos Estados Unidos, apenas 33% das dez milhões de toneladas de vidro descartadas a cada ano são recicladas, mas na Suíça esse número é de 91%.

Aço e alumínio são outros dois materiais que podem ser reciclados indefinidamente sem perda de qualidade. Na Europa, estima-se que 82,5% das embalagens de aço e 76,1% das latas de alumínio para bebidas sejam recicladas, mas, nos EUA, apenas 50,4% das latas de alumínio para bebidas são recicladas.

Os tipos de embalagem mais difíceis de reciclar são aqueles definidos como embalagens com multicamadas, geralmente utilizadas para o transporte de alimentos e bebidas. Os números da EPA de 2018 relativamente aos EUA mostraram que apenas 20,6% da categoria de embalagem "outra", que inclui embalagens com multicamadas, foi usada para recuperação de energia e o restante (79,4%) foi para aterro7.

PRESSÃO REGULAMENTAR

O aparecimento de sinais visíveis no planeta de que este consumo está a aumentar, assim como a pressão dos consumidores, fazem com que as autoridades já comecem a procurar soluções. Dezasseis estados dos EUA têm agora regulamentações que se focam especificamente nos resíduos provenientes de embalagens e espera-se que o número aumente. Esses regulamentos abordam tanto os materiais, quanto as formas como eles são reciclados.8

Em França, na Alemanha e no Reino Unido estão a introduzir taxas para embalagens não recicláveis.9 A Tailândia e o Chile estão a proibir sacos de plástico.10  A Cidade do México proibiu a maioria dos plásticos de uso único.11  A China estabeleceu planos para melhorar a reciclagem, proibir sacos de plástico e introduzir medidas para reduzir o consumo de plástico descartável.12

Esta é apenas uma pequena percentagem das regulamentações que estão a ser propostas e implementadas em todo o mundo que vão afetar as escolhas de embalagens no futuro.

RESPOSTA

Muitas marcas já estão a responder à necessidade de opções de embalagens mais sustentáveis. Isto muitas vezes envolve repensar o design da embalagem e a cadeia de entrega.13  Quase todas as 100 maiores empresas de bens de consumo de movimento rápido (FMCG) já se comprometeram a ser mais sustentáveis, e as dez principais vão fazer a transição para embalagens 100% sustentáveis até 2025.14

As opções que estão a ser exploradas pelas empresas incluem a introdução de sistemas de devolução de embalagens de metal ou vidro, a remoção de embalagens desnecessárias e / ou a sua substituição por alternativas leves, embalagens simplificadas e o aumento do uso de materiais reciclados ou comportáveis / biodegradáveis.

Para alcançar a verdadeira sustentabilidade, a resposta deve incorporar todas estas abordagens com o objetivo final de tornar os materiais de embalagem recicláveis, uma vez que tenham cumprido o seu propósito. Há evidências de que a reputação de uma marca será melhorada e os consumidores vão reciclar, se estiver claro em que é que os materiais reciclados vão ser transformados.15

SOLUÇÃO SGS

A SGS oferece uma solução completa para ajudar os fabricantes a produzir e fornecer embalagens sustentáveis para clientes que operam em mercados ao redor do mundo. Os serviços incluem:

  • Serviços relacionados com a sustentabilidade dos materiais utilizados em embalagens de papel e cartão
    • Reciclabilidade e capacidade do papel voltar a ser transformado em polpa
    • Determinação da percentagem de conteúdo reciclado
    • Determinação de madeiras tropicais mistas
    • Teste analítico de substratos, tintas e adesivos para conhecidos "atores mal-intencionados"
  • Teste de biodegradabilidade
  • Avaliação de reciclabilidade para embalagens
  • Design de embalagem sustentável e prototipagem
  • Consulta, rotulagem, diretrizes e desenvolvimento de políticas
  • Análise do ciclo de vida
  • Certificação Cradle-to-Cradle

Afinal, só é de confiança porque foi testado.

1 Global resource consumption to triple by 2050: UN 
2 
Decoupling Natural Resource use and Environmental Impacts from Economic Growth 
3 
Waste generation by packaging material 
4 
Waste generation by packaging material 
5 
Global Initiatives to Reduce Single-Use Plastics
6 
Containers and Packaging: Product-Specific Data 
7 
Containers and Packaging: Product-Specific Data 
8 
San Francisco Bans Polystyrene Foam-Containing Products and Defines Standards for “Green” Plastics & California Defines PET Plastic to Facilitate Recycling 
Germany: New Packaging Law Sets New Targets For Packaging Recycling & France to make non-recyclable packaging more expensive 
10 
Thailand begins 2020 with plastic bag ban at major stores & Chile bans plastic bags for businesses
11 
Mexico City Says Goodbye to Single-use Plastics 
12 
China’s radical new rules to recycle rubbish & China gets tough on firms over single-use plastics 
13 
Better Consumer Product Packaging With ISTA Certification 
14 
FMCG firms aim for 100% sustainable packaging by 2025, Kearney analysis shows 
15 
People recycle more when they know what recyclable waste becomes 

 

SOBRE NÓS

A SGS é a empresa líder mundial em inspeção, verificação, testes e certificação. A SGS é reconhecida como referência global em qualidade e integridade. Com mais de 89.000 colaboradores, a SGS conta com mais de 2.600 escritórios e laboratórios em todo o mundo. Estamos constantemente a olhar para além das expectativas dos nossos clientes e da sociedade em geral, com o objetivo de fornecer serviços líderes de mercado onde quer que sejam necessários. Trabalhamos juntos por um mundo melhor e mais seguro.