Skip to Menu Skip to Search Contacte-nos Portugal Websites & Idiomas Skip to Content

A ISO 9001 estabelece os critérios para um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), sendo essencial para garantir a satisfação contínua dos clientes. Os auditores acreditados para certificar este sistema têm, por isso, um papel fundamental na geração de confiança dos consumidores.

Certificação da Qualidade

O que é a ISO 9001?

A ISO 9001 pertence à família de normas ISO 9000 e estabelece os critérios para a implementação e boa manutenção operacional de um Sistema de Gestão de Qualidade. Ela procura assegurar a produção/ realização do serviço eficaz e de boa qualidade, capazes de satisfazer as expectativas e necessidades dos seus clientes. A norma pode igualmente ser aplicada a fornecedores de serviços e a empresas de qualquer dimensão ou área de actividade.

A ISO 9001 reforça que a adopção de um SGQ é uma decisão estratégica para uma organização — um SGQ robusto pode não apenas potenciar o melhor desempenho organizacional da sua empresa e aumentar a sua eficiência produtiva como também fornecer a estrutura necessária à implementação de iniciativas de desenvolvimento sustentável.

Um SGQ deve ter em conta o contexto da organização sobre a qual vai actuar, nomeadamente os seus objectivos específicos, os riscos a que possa estar sujeita, as necessidades e expectativas dos seus clientes, os processos capazes de conduzir à satisfação dessas necessidades, e a dimensão e estrutura da própria organização.

Importa ainda realçar que o estabelecimento de um SGQ assenta em alguns pressupostos fundamentais, entre os quais a adopção de uma abordagem de melhoria contínua — visando, a todo o momento e na identificação de quaisquer falhas, a melhoria integral do sistema e a satisfação posterior do cliente — e de uma abordagem baseada na gestão do risco (risk-based approach) no pensamento e processos de decisão da organização. Convém reter que nem todos os processos do SGQ possuem o mesmo nível de risco, e as consequências das não-conformidades nos produtos ou serviços não são as mesmas para todas as organizações. Se, para algumas, as consequências do fornecimento de produtos e serviços não-conformes pode resultar num pequeno inconveniente para o cliente, para outros, as consequências podem revelar-se perigosas ou mesmo fatais. O risco deve ser, portanto, considerado qualitativa e quantitativamente, e sempre face ao contexto da organização e dos produtos/serviços prestados.

O cumprimento da norma ISO 9001 para Sistemas de Gestão da Qualidade é certificado por auditoria bem-sucedida, realizada por auditor independente e devidamente certificado pelo The Chartered Quality Institute — International Register of Certificated Auditors (ICQ-IRCA). Os cursos da SGS Academy são reconhecidos por este corpo de acreditação internacional.

Qual é o papel do auditor?

O auditor (interno ou externo) é o profissional responsável por planear e acompanhar a auditoria a um SGQ, e posteriormente elaborar o relatório que estabelece as conclusões da auditoria, a conformidade, não-conformidades e melhorias a implementar na empresa auditada de acordo com a ISO 9001, de forma a melhorar o seu desempenho

Além destas funções primordiais, o auditor deve ainda ser capaz de: 

  • Descrever a finalidade de um SGQ, das suas normas, de auditorias a sistemas de gestão da qualidade e de certificações de terceira parte.
  • Explicar o papel do auditor no planeamento, condução, elaboração do relatório e acompanhamento de uma auditoria a um sistema de gestão da qualidade conforme apropriado.

Um auditor interno, dada a sua posição particular e a grande proximidade com o objecto da sua auditoria, tem responsabilidades acrescidas. O seu conhecimento técnico deve permitir-lhe auxiliar a sua empresa em permanência, garantindo o cumprimento de todas as normas legais que eventualmente lhe sejam exigidas, a monitorização e actualização do seu SGQ, a identificação de pontos de melhoria ou a sinalização de situações que possam constituir riscos para a organização e os seus potenciais clientes. É importante, porém, salvaguardar a sua imparcialidade no momento da auditoria. De facto, o auditor deve sempre garantir a sua independência — mesmo em caso de auditoria interna — e a objectividade das suas análises e conclusões. É importante reter a ideia de que, perante os mesmos factos e objectos da auditoria, duas auditorias realizadas por dois auditores diferentes devem chegar aos mesmos resultados.

Se pretende saber mais sobre a Formação de Auditores de Sistemas de Gestão da Qualidade ou sobre a norma ISO 9001, descubra os nossos cursos:

Para mais informações ou inscrições, por favor contacte:
SGS Academy®
tel: 808 200 747 (Seg. a Sex. das 9h às 18h) 
@: pt.info@sgs.com

SGS Academy

As soluções de formação da SGS Academy são desenvolvidas por especialistas em cada uma das disciplinas para ajudar as empresas e colaboradores a melhorar as suas competências e capacidades pessoais, fatores-chave do desenvolvimento sustentável do negócio e da vantagem competitiva.