Skip to Menu Skip to Search Contacte-nos Portugal Websites & Idiomas Skip to Content

Um estudo de 2022 realizado pela Kantar detetou grandes mudanças na forma como o público de diferentes países usa produtos cosméticos, num cenário claramente influenciado pela pandemia de Covid-19.

Tendências na utilização de cosméticos

Autora:
Rita Costa
Cosmetics & Hygiene Coordinator da SGS Portugal
 

Pandemia potenciou menor frequência no uso de maquilhagem

Um estudo recente da consultora inglesa Kantar (2022) identificou mudanças assinaláveis no uso dos cosméticos através de alguns dos maiores mercados mundiais. Comparando 2021 com 2019, todos os mercados analisados (França, Alemanha, Espanha, Reino Unido, Brasil, Estados Unidos da América e China continental) sofreram quedas que vão sensivelmente dos -60% aos -5%.

Tendências na utilização de cosméticos

A pandemia de Covid-19, a obrigatoriedade do uso de máscaras sociais, e os sucessivos confinamentos foram fatores marcantes nesta queda de procura por parte dos consumidores. Por um lado, 2020 e 2021 ofereceram menos momentos de interação física (não online), proporcionando um menor número de ocasiões para a maquilhagem do rosto e lábios — o caso dos bâtons, segmento de produtos cosméticos que registou a maior queda (globalmente situada acima dos -40%) é paradigmático e explicado pelo uso alargado de máscaras de proteção individual. Simultaneamente, verificou-se que o segmento dos produtos para maquilhagem de olhos foi o que, ainda assim, registou um menor decréscimo (na ordem dos -25%), seja pela sua importância no contexto das interações digitais seja por ser a parte mais visível do rosto durante o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19.

De acordo com a Kantar, verifica-se ainda uma tendência global para a menor utilização de produtos de beleza, preferindo-se produtos de longa duração e com uma aplicação rápida.

Maior consciência ambiental na utilização de cosméticos 

No mesmo estudo, a Kantar identificou uma maior consciência ambiental por parte do público, com um crescente número de consumidores a considerar produtos e ingredientes naturais como um fator-chave para a compra de um cosmético.

Tendências na utilização de cosméticos

Num contexto de compra menos frequente, surge como oportunidade a noção de que o consumidor é hoje mais seletivo, mais disposto a pagar por produtos tradicionalmente considerados premium, e inclusive disposto a pagar um preço mais elevado por produtos considerados naturais e sustentáveis. No seu estudo “Who cares, who does”, a Kantar observou que, em França, famílias consideradas “eco-ativas” gastam em média mais 5% por compra de produtos de beleza do que a média das famílias francesas para a mesma categoria de produtos.

 

Se pretende saber mais sobre o setor dos cosméticos, descubra o nosso curso:

 

PARA MAIS INFORMAÇÕES, POR FAVOR CONTACTAR:

808 200 747 (Seg. a Sex. das 9h às 18h)
pt.info@sgs.com

SOBRE NÓS

Somos a SGS - a empresa líder mundial em testes, inspeção e certificação. Somos reconhecidos como a referência mundial em qualidade e integridade. Os nossos 96.000 colaboradores operam numa rede de 2.700 escritórios e laboratórios, e trabalham em conjunto para possibilitar um mundo melhor, mais seguro e interligado.